À “Descoberta” da Costa Marítima de Sintra

Ontem foi dia de iniciar a preparação no terreno para as provas de Trail em que vou participar nos próximos meses, sendo a primeira que aí vem os 50 Km do Ultra Trail do Piodão.

O grupo que participou neste treino

Comecei esta preparação começando por participar num dos treinos da série “Reconhecimento da Costa Marítima de Sintra”, promovido pelo pessoal do grupo Portugal Running. Este foi o terceiro treino desta série em que participei, e supostamente deveria ter sido como todos os outros, um treino por trilhos em modo tranquilo e sem grandes improvisos pelo meio mas… não era isso que nos estava destinado!…

Por entre riachos e canaviais
Sempre a rir e com boa disposição
Inicio do treino em modo tranquilo na Praia da Adraga, e subimos o primeiro trilho em direcção ao topo da falésia, seguindo em direcção à Praia da Ursa. A descida para a Praia da Ursa é muito técnica e com a muita humidade no ar que se sentia, e com a chuva da noite anterior, seria uma descida perigosa de efectuar, pelo que se decidiu eliminar esse risco e “descobrir” um novo trilho. Aqui começou a aventura!!! Entrámos num dos trilhos existentes que circundam a Praia da Ursa e lá fomos nós. O problema foi quando o trilho acabou. O que fazer? Voltar para trás? Descer a Ursa? Como o grupo não era muito grande foi fácil chegar a um consenso: Para a frente é que é caminho, e vamos descobrir um novo trilho por aqui. E assim foi. Lá fomos nós a abrir trilhos, entre pequenos trilhos existentes aqui e ali, que alguns de nós observavam amiúde. Com esta brincadeira demorámos 1 hora para percorrer cerca de 2500 metros! Incluiu muitos ais e uis a abrir trilho por entre silvas e mais silvas; atravessar cursos de água revolta, escalar a Serra quase a pique, e cruzar novamente um mar imenso de silvas que nos fizeram uma esfoliação gratuita às pernas. Uma bela aventura logo no início do treino e, que apesar de inesperada, foi superada com sucesso e sempre com muito boa disposição por todos os atletas presentes.
Ultrapassada esta aventura inesperada, regressámos aos trilhos já existentes e continuámos no modo “reconhecimento da costa marítima de Sintra” até ao fim. Cabo da Roca, Azóia, Rio Torto e Peninha, foram alguns dos locais por onde passámos até ao regresso novamente à Praia da Adraga, num percurso que podem ver aqui:

http://www.strava.com/activities/116904053/embed/a76a895844f43a6f338ce70b6191171515207876

No total foram cerca de 19 Km e pouco mais de 900 metros de desnível positivo, o que é sempre um bom treino para qualquer prova de trail.

Aqui vamos nós a descer com uma paisagem espectacular. Crédito das fotos: Miguel Baptista
Já perto do final ainda deu para torcer um pé, felizmente em modo ligeiro. Há aqui qualquer coisa fora do sítio, mas penso que a recuperação será rápida e não porá em risco a preparação para o Ultra Trail do Piodão.

Foi dia também de estrear um novo equipamento já a pensar nos 100 Km do Ultra Trail de São Mamede, a mochila Raidlight Ultra Olmo 12. Em breve colocarei aqui a minha opinião sobre esta mochila.
Bom fim de semana e continuação de bons treinos e boas provas!!!

Published byNuno Gião

Chamo-me Nuno Gião e sou um atleta de pelotão que gosta de correr longas distâncias. Se há uns anos atrás me tivessem dito que ia correr uma meia maratona eu chamaria louca a essa pessoa. Imaginem se me dissessem que em 2014 iria correr uma prova 100 Km… Actualmente corro Ultra Trails, participo em desafios de endurance na natureza e é sempre uma enorme satisfação que cruzo as mais fantásticas paisagens. Tento superar os diversos desafios a que me proponho. A vida é demasiado curta e bonita para ser desperdiçada sentado num sofá.

2 Comments

  • Eugenia Do Vale

    02/03/2014 at 12:28 Responder

    Para a próxima têm que levar uma catana para cortas os tójos e as silvas…

  • Nuno Gião

    02/03/2014 at 12:35 Responder

    Uma catana é o mínimo dos mínimos 🙂 Um lança-chamas seria bem mais útil 😀

Post a Comment

%d bloggers like this: