Treino Lisboa Trilhada II

Último dia da semana e último treino da semana. No total foram pouco mais de 87 quilómetros corridos com 2500 metros de desnível positivo nestes sete dias, os primeiros da preparação dedicada à participação no Ultra Trail de São Mamede.
À partida para o Lisboa Trilhada II
Para encerrar esta semana de treinos, optei por participar no Treino Lisboa Trilhada II, promovido pelo grupo Portugal Running e com o Miguel Pinho a ser o pai do percurso.
8h00 e lá estava no ponto de encontro, em frente ao Teatro Nacional D. Maria II, onde cerca de 20 atletas se juntaram para cumprir os cerca de 20 quilómetros previstos para este treino.
A primeira escadaria da manhã
8h10 e começou o treino, um autentico sobe e desce por toda baixa Lisboeta, que hoje não nos quis brindar com um sol risonho como o do dia de ontem.
Como extra e para fazer jus ao nome de Lisboa Trilhada, o percurso incluía subir e descer quase todas as escadarias existentes na baixa Lisboeta. No total do treino não sei quantos degraus se subiram e desceram, mas certamente terão sido uns bons milhares!
Passagens pela Baixa, Castelo, Alfama, Graça, Lavra, Príncipe Real, Estrela, São Bento, Bica, Mouraria e de novo Baixa, fizeram parte do percurso que podem ver aqui:

http://www.strava.com/activities/119005053/embed/39fe86e0ae273a3b246bdb96702308488b72364b

É claro e para não variar, tive de andar perdido por uns momentos durante o treino. É o que dá seguir o Iosif, que supostamente estava a fechar o grupo, mas que afinal não conhecia o percurso! Iosif vou-te oferecer um mapa turístico de Lisboa, para no Lisboa Trilhada III apontares e levares o track do percurso. 😀
A tentar acompanhar a Sandra, sempre cheia de energia e com um ritmo forte 🙂
Para habituar o cabedal a carregar o peso extra nas provas longas, levei novamente a mochila carregada com líquidos, o que reconheço me deu um ar de alien durante todo o treino… O que interessa é que não senti nenhum desconforto a carregar novamente a mochila nas costas, o que é um bom indicador para as provas que aí vêm.

Subir a escadaria da estação do Rossio não foi suficiente, venham de lá as Escadinhas do Duque!

No final foram 20,5 quilómetros que se correram em sobe e desce por Lisboa, com um desnível positivo de 679 metros. Na realidade terá sido mais 1 quilómetro e picos, pois cruzamos locais em que se perdeu o sinal do GPS, como estações de Metro e de Comboio e outros locais cobertos. Foi um início de Domingo bem passado e em boa companhia. Para a semana há mais.

Até para o Coreto tivemos de subir e descer escadas!!! 😀 Cortesia das fotos: Miguel Baptista

Continuação de bons treinos e de boas corridas!!!

Published byNuno Gião

Chamo-me Nuno Gião e sou um atleta de pelotão que gosta de correr longas distâncias. Se há uns anos atrás me tivessem dito que ia correr uma meia maratona eu chamaria louca a essa pessoa. Imaginem se me dissessem que em 2014 iria correr uma prova 100 Km… Actualmente corro Ultra Trails, participo em desafios de endurance na natureza e é sempre uma enorme satisfação que cruzo as mais fantásticas paisagens. Tento superar os diversos desafios a que me proponho. A vida é demasiado curta e bonita para ser desperdiçada sentado num sofá.

1 Comment

  • Eugenia Do Vale

    09/03/2014 at 17:46 Responder

    Gostei muito desta participação, realmente acho que o Miguel escolheu as escadas todas, nunca pensei que houvesse tanta escadaria, bolas…
    beijinho

Post a Comment

%d bloggers like this: