Resumo dos Meses de Janeiro e Fevereiro

O início deste ano foi dedicado a continuar a preparar a participação na Maratona de Sevilha, mas o mau tempo que se fez sentir durante Janeiro aliado a alguma preguiça para treinar, não ajudaram em nada este objectivo. Além dos treinos habituais, os únicos destaques de Janeiro são os dois treinos longos que fiz e a participação no Grande Prémio do Fim da Europa.

Ainda assim para a história do mês de Janeiro ficam os seguintes números:
Contagem: 13 Actividades + 1 Prova
Distância: 245.60 km
Hora: 26:47:50 h:m:s
Ganho de elevação: 6,625 m
Velocidade média: 9.2 km/h
Cadência média de corrida: 83 ppm
Calorias: 14,442 C
Já Fevereiro foi o mês da Maratona de Sevilha. Os treinos diminuíram em quilometragem mas a intensidade aumentou um pouco. O mau tempo continuou por Lisboa e a preguiça para treinar também não abandonou estas paragens.
Como resultado ficaram estes números:
Contagem: 12 Actividades + 1 Prova
Distância: 169.75 km
Hora: 15:29:38 h:m:s
Ganho de elevação: 1,797 m
Velocidade média: 11.0 km/h
Cadência média de corrida: 83 ppm
Calorias: 15,445 C
O resultado da Maratona de Sevilha foi menos bom, apesar de ter ido em bom ritmo até aos 30 Km.
Agora e até Agosto o objectivo é preparar o melhor possível as provas de Trail em que irei participar. Por esse motivo as provas de estrada não vão estar nos meus horizontes e, a participar em algumas, será mesmo em ritmo de treino e apenas para dar quilómetros às pernas. Para o segundo semestre do ano, ainda terei de pensar e definir objectivos.
Continuação de bons treinos e boas provas!!!

Published byNuno Gião

Chamo-me Nuno Gião e sou um atleta de pelotão que gosta de correr longas distâncias. Se há uns anos atrás me tivessem dito que ia correr uma meia maratona eu chamaria louca a essa pessoa. Imaginem se me dissessem que em 2014 iria correr uma prova 100 Km… Actualmente corro Ultra Trails, participo em desafios de endurance na natureza e é sempre uma enorme satisfação que cruzo as mais fantásticas paisagens. Tento superar os diversos desafios a que me proponho. A vida é demasiado curta e bonita para ser desperdiçada sentado num sofá.

No Comments

Post a Comment

%d bloggers like this: