Recomeçar…

Hoje foi dia de recomeçar. Premonitoriamente meti a mão no cesto das tshirts de corrida e coube-me em sorte esta:

A tshirt da Corrida do Tejo 2011, os meus primeiros 10 Km e a primeira corrida que fiz.

A um mês do MIUT e há quase duas semanas sem correr, a coisa não está fácil. Apesar de uma semana de treino funcional no Kalorias Club, onde já devo ser o Rei da Elíptica, tantos quilómetros lá fiz esta semana, correr na serra é outra coisa e é fundamental para estar pronto para a Madeira. Resta-me mesmo recomeçar e ir devagarinho, para chegar a bom porto, que é como quem diz a Porto Moniz, onde tudo vai começar e, tentar chegar a Machico inteiro, sorridente e feliz.

Parafraseando Miguel Torga:

“Recomeça…
Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças…”

E é nesta loucura que recomecei, ainda com tape funcional a ajudar a manter tudo no sítio, mas recomecei.

 

No IMT disseram-me que podia recomeçar com calma. Recomeçar com 21 quilómetros lentos, numa manhã solarenga de sábado à beira Tejo, pareceu-me suficientemente calmo.

Faltam 34 dias para a primeira aventura do ano, vou sem angústias e sem pressas, mas vou querer todos os quilómetros do MIUT, mesmo que o fruto esteja verde, quero colher esta ilusão.

Continuação de bons treinos e de boas provas!!! 😉

Published byNuno Gião

Chamo-me Nuno Gião e sou um atleta de pelotão que gosta de correr longas distâncias. Se há uns anos atrás me tivessem dito que ia correr uma meia maratona eu chamaria louca a essa pessoa. Imaginem se me dissessem que em 2014 iria correr uma prova 100 Km… Actualmente corro Ultra Trails, participo em desafios de endurance na natureza e é sempre uma enorme satisfação que cruzo as mais fantásticas paisagens. Tento superar os diversos desafios a que me proponho. A vida é demasiado curta e bonita para ser desperdiçada sentado num sofá.

No Comments

Post a Comment

%d bloggers like this: