Everest base camp

Everest base camp

Everest base camp. As longas horas para aqui chegar manifestam-se na tensão acumulada em cada milímetro de músculo. Os 30 minutos de voo de Kathmandu para Lukla são uma verdadeira aventura, sobretudo aterrar naquele minúsculo aeroporto rodeado de nepaleses, mas nada comparado com os 6 dias de viagem a pé de Lukla até aqui. 6 dias necessários para o corpo se habituar a respirar acima dos 5000 metros de altitude e também para descobrir e visitar muitas aldeias nepalesas a caminho do acampamento.

Tengboche-Monastery
Mosteiro em Tengboche

O Mosteiro Budista em Tengboche e o Mosteiro em Pangboche que expõe o escalpe de um Yeti, foram algumas das paragens obrigatórias nesta viagem de 62 Km até ao acampamento. A hospitalidade e as inúmeras histórias que os Sherpas têm nos contar atenuam todas as dificuldades ao longo do percurso.

pangboche
Pangboche

Agora nos 5360 metros de altitude, é tempo de recuperar energias, sentir o cheiro da montanha, e desfrutar todas as paisagens inigualáveis que o Evereste e os Himalaias proporcionam. Afinal a aventura da Maratona do Evereste ainda está para começar…

Himalaias
Himalaias

Continuação de bons treinos e de boas corridas!!!

Published byNuno Gião

Chamo-me Nuno Gião e sou um atleta de pelotão que gosta de correr longas distâncias. Se há uns anos atrás me tivessem dito que ia correr uma meia maratona eu chamaria louca a essa pessoa. Imaginem se me dissessem que em 2014 iria correr uma prova 100 Km… Actualmente corro Ultra Trails, participo em desafios de endurance na natureza e é sempre uma enorme satisfação que cruzo as mais fantásticas paisagens. Tento superar os diversos desafios a que me proponho. A vida é demasiado curta e bonita para ser desperdiçada sentado num sofá.

No Comments

Post a Comment

%d bloggers like this: