Conversas e Trambolhões

Conversas e Trambolhões

A aventura nos Trilhos do Paleozóico permitiu assistir a diversas palestras, entre as quais ao relato na primeira pessoa pelo Armando Teixeira, acerca da sua participação nos 125Km da Transgrancanaria.

É sempre muito interessante e gratificante, poder assistir e participar neste misto de apresentação, conversa informal, debate de ideias, entre os craques e os corredores do pelotão.

Durante esta troca de ideias muito interessante, o Armando partilhou com a audiência um vídeo, no segmento onde ele aparece neste vídeo ao minuto 2:40, em que daria para correr com alguma tranquilidade depois de uns troços de pedra que massacraram pés e membros inferiores.

Muito ao tipo Candid Camera, não é que apareceu uma raiz escondida no meio do percurso e lá vai o Armando a voar num belo trambolhão em “directo”!!!

at_tgc2

Felizmente para ele, o trambolhão não teve consequências de maior para além de uns arranhões.

As ilações que se retiram desse vídeo são:

  • Os azares não acontecem apenas aos maçaricos, os prós também estão bem sujeitos a eles;
  • Seja no primeiro metro ou no último quilómetro da prova, não podemos baixar a guarda e temos de ir sempre concentrados no percurso que estamos a correr.

Continuação de bons treinos e de boas aventuras!!!

 

Published byNuno Gião

Chamo-me Nuno Gião e sou um atleta de pelotão que gosta de correr longas distâncias. Se há uns anos atrás me tivessem dito que ia correr uma meia maratona eu chamaria louca a essa pessoa. Imaginem se me dissessem que em 2014 iria correr uma prova 100 Km… Actualmente corro Ultra Trails, participo em desafios de endurance na natureza e é sempre uma enorme satisfação que cruzo as mais fantásticas paisagens. Tento superar os diversos desafios a que me proponho. A vida é demasiado curta e bonita para ser desperdiçada sentado num sofá.

No Comments

Post a Comment

%d bloggers like this: