Cross Training

Cross Training

Já aqui tenho falado por diversas vezes sobre cross training para variar um pouco as rotinas que criamos nos músculos que mais habitualmente utilizamos na corrida, ou nas outras actividades mais repetitivas que fazermos.

Variar nunca é uma coisa má – o que vestimos, os locais onde vamos, o que comemos… Isso inclui o exercício: Faz os mesmos exercícios uma e outra vez, e alguns músculos vão ficar fortes, mas outros irão apenas estagnar. E essa estagnação pode levar a poucas ou nenhumas alterações no peso, bem como a um aumento da probabilidade de lesões.
Felizmente podemos adoptar uma estratégia de exercício não muito complexa, mas onde os benefícios são mais que muitos. O Cross Training oferece uma maneira de desafiar os músculos que podem estar a ser ignorados. Ajuda-nos a superar esses picos de estagnação, criando novas maneiras de ficarmos mais fortes. E é bom para a mente também.
O Cross Training não é difícil de incorporar. Simplesmente temos de integrar diferentes tipos de exercícios, repetições, pesos, tempos, ou intensidades – e é isso. Pode significar yoga um dia e levantamento de peso no dia seguinte. É mais uma forma de alcançar o equilíbrio, e este gráfico ajuda-nos a todos a começar.
Já sabem que eu frequento o Kalorias, para mim o local ideal para quem pretende completar e variar os seus treinos.

Partilho convosco esta infografia que encontrei sobre o cross training.

Mixing it up is never a bad thing—what you wear, where you go, what you eat. That includes exercise: Do the same thing over and over again, and some muscles will get strong, but others will just, well, stagnate. And that stagnation can lead to plateaus in weight as well as an increased likelihood of injury. Luckily there’s an exercise strategy you can adapt that isn’t overly complex but rewards in countless ways. Cross training offers a way to challenge muscles that may be getting ignored. It helps you get past those peaks, creating new ways to get stronger. And it’s good for your mind, too. Cross training isn’t hard to incorporate. It simply involves integrating different exercise types, reps, weights, times, or intensities—that’s it. It may mean yoga one day and weight lifting the next. It’s yet another way to achieve balance, and this graphic can help you get started.

Clica na imagem para aumentar

Why it is a Good Idea to Change Things up

Infográfico visto em http://www.clubwoodside.com/cross-training/

 

Continuação de bons treinos e de boas aventuras!!!

 

Published byNuno Gião

Chamo-me Nuno Gião e sou um atleta de pelotão que gosta de correr longas distâncias. Se há uns anos atrás me tivessem dito que ia correr uma meia maratona eu chamaria louca a essa pessoa. Imaginem se me dissessem que em 2014 iria correr uma prova 100 Km… Actualmente corro Ultra Trails, participo em desafios de endurance na natureza e é sempre uma enorme satisfação que cruzo as mais fantásticas paisagens. Tento superar os diversos desafios a que me proponho. A vida é demasiado curta e bonita para ser desperdiçada sentado num sofá.

No Comments

Post a Comment

%d bloggers like this: