Vamos apoiar a Selecção Nacional

Amanhã, dia 10 de Junho, é dia de Portugal e dia da Seleção Nacional de Trail que compete Campeonato do Mundo de Trail 2017 na Tuscânia em Itália.

Depois da brilhante participação no Campeonato do Mundo de 2016 que decorreu no Gerês, é com alguma expectativa (apesar da ausência do Tiago Aires), que irei acompanhar a nossa equipa neste campeonato.

A titulo individual aposto no brilharete do Hélio e da Inês, que se estiverem em forma, irão ser capazes de nos surpreender a todos pela positiva.

Continuação de bons treinos e de boas aventuras!!!

Os melhores momentos do Trail World Championships 2016

Os melhores do mundo do Trail Running estiveram no Gerês.

Faltou, talvez, a melhor selecção dos Estados Unidos, para a competição ser ainda mais forte.

Assim o título decidiu-se entre franceses e espanhóis, com o Espanhol Luis Alberto Hernando a conquistar o título individual masculino e a francesa Caroline Chaverot a ganhar o título feminino. Por equipas a França fez a dobradinha, vencendo a classificação colectiva em masculinos e femininos.

Foi uma competição enorme, como se quer de um Campeonato do Mundo, muito bem organizada pelo Carlos Sá e a sua equipa, e de todos os artigos, entrevistas ou reportagens que tenho lido, é unânime que esta foi uma grande prova e uma excelente competição.

A equipa portuguesa também se portou muito bem, e apesar de alguns contratempos com lesões ainda conseguiu um brilhante sexto lugar nos femininos e quinto lugar nos masculinos.

Foi pena não estar presente uma massa humana correspondente à dimensão desta prova a apoiar os atletas nos melhores pontos do percurso, zona da meta incluída, mas mesmo assim considero que estamos a melhorar a nossa cultura desportiva.

Partilho aqui convosco o vídeo com os melhores momentos desta competição.

Continuação de bons treinos e de boas aventuras!!!

Campeonato do Mundo de Trail Running

 

Amanhã muitos de nós terão o privilégio de assistir aos Campeonatos do Mundo de Trail Running. Quem quiser ver ao vivo muitos dos melhores atletas da actualidade desta modalidade, apenas tem de se deslocar até ao Gerês e esperar pela sua passagem, e de certeza que não vai dar o seu tempo por perdido.

As Selecções Nacionais de cada país, estão representadas ao mais alto nível, à excepção talvez dos Estados Unidos que não trás os seus melhores atletas, a adivinha-se uma competição renhida, com destaque, talvez, para as selecções de Espanha e França, que apresentam os seus melhores atletas.

A Selecção Nacional também está muito bem representada, e pode ser que o factor “casa” possa ser uma mais-valia para fazermos um brilharete.

portugal

 

A corrida tem início às 5h00 em Rio Caldo e percorrerá 85Km até à meta em Arcos de Valdevez, onde os primeiros deverão chegar por volta das 13 horas. Podem consultar todo o percurso da prova e os melhores locais para assistir clicando aqui.

Esta é uma oportunidade única de assistir a um evento de classe mundial, com muitos atletas de topo. Aproveitem 😉

Um voto de boa sorte a todos os atletas participantes e em particular para a nossa Selecção!

Continuação de bons treinos e de boas aventuras!!!

E este fim-de-semana foi a acompanhar o MIUT

Este foi um fim-de-semana cheio de emoções, não na primeira pessoa, mas sim a acompanhar todos os amigos que foram correr o Madeira Island Ultra Trail.

Uma primeira honra aos vencedores, Zack Miller que pulverizou a concorrência ao concluir os 115 Km em menos de 14 horas nos homens, e a francesa Caroline Chaverot com 15 horas de prova a vencer nas mulheres, tirando mais de 3 horas ao tempo da Ester Alves que venceu o ano passado. Ambos os tempos extraordinários face às edições anteriores.

Vejam o vídeo impressionante do abastecimento do Zack Miller, segundo consta o mais longo que fez ao longo da prova, clicando aqui.

Nos amigos, foram tantos a participar que não vou conseguir mencionar todos, pelo que da meia dúzia que me é possível agora lembrar destaco:

A Sofia Roquete e a Nádia Casteleiro, a primeira pelo excelente sexto lugar na classificação feminina e primeiro lugar entre as atletas portuguesas. É notável a sua evolução e aprendizagem ao longo dos últimos meses. Com método e alguma sorte ainda vai muito longo no Trail Running. A segunda pela perseverança e capacidade para ultrapassar os 115 Km em mais de 30 horas. Eu, por experiência própria, sei que não é nada fácil.

RPF
O Rui Pedro Julião a conquistar um fantástico 3ºLugar no seu escalão.

O Rui Pires, o Lourenço Bray e o Eduardo Pinto, que partiram com o sonho de chegar a Machico, mas que por motivos diversos foram forçados a abandonar a prova. Todos eles têm a certeza que num próximo ano irão de novo ao MIUT e vão chegar ao fim e, pessoalmente, não tenho nenhuma dúvida disso.

O Rui Pedro Julião e o Luís Roque, o primeiro por ter terminado em terceiro lugar no seu escalão, depois de tantas peripécias com o voo para o Funchal. É um verdadeiro exemplo para todos nós. O Luís porque foi o último atleta a cruzar a meta, com mais de 31 horas de corrida, a mostrar toda a fibra e coragem para chegar ao fim. Igualmente um verdadeiro exemplo para todos.

A todos os outros, muitos parabéns pela vitória que é terminar o MIUT, e para o ano há mais!

Continuação de bons treinos e de boas aventuras!!!

 

MIUT 2016 – Race Preview

Com a entrada do MIUT no Ultra-Trail World Tour, o número de atletas de topo participantes na edição deste ano aumentou significativamente.

Infelizmente não tenho disponibilidade no momento para fazer uma Race Preview ao melhor estilo do Ian Corless , mas repare-se na lista de atletas presentes:

miut-pro-runner

Luis Fernandes a defender o título conquistado o ano passado, Armando Teixeira a tentar reconquistar o primeiro lugar que já foi seu, e um cartaz de nomes sonantes do Ultra Trail mundial como Sange Sherpa, Jordi Bes, Iker Karrera, Zack Miller, Tofol Castaner, Miguel Heras-Hernandez ou Antoine Guillon, entre muitos outros. A luta pelo pódio será cerrada e, certamente, muito interessante de acompanhar.

Já no escalão feminino conseguirá a Ester Alves defender o título conquistado em 2015? A 12ª do ranking mundial, Carolina Chaverot, foi à Madeira para dar luta. Ou será que a suíça Andrea Huser que tem aparecido em grande forma em corridas recentes vai conseguir chegar ao primeiro. Será uma luta a acompanhar com interesse, já que há ainda mais três ou quatro atletas que poderão intrometer-se na luta pelo primeiro lugar, como a Emilie Lecomte, a Mélanie Rousset, a Juliet Blancher ou a Lucinda Sousa que venceu em 2014. Haverá ainda lugar para a Sofia Roquete, recente vencedora do UTAX, se afirmar no meio destas estrelas? Vamos aguardar e ver o que acontece.

Entretanto partilhem por aqui quais os vossos favoritos para o pódio desta edição do MIUT. Não há prémios para os apostadores mas haverão, pelo menos, momentos de boa disposição.

Continuação de bons treinos e de boas aventuras!!!

 

Conversas e Trambolhões

A aventura nos Trilhos do Paleozóico permitiu assistir a diversas palestras, entre as quais ao relato na primeira pessoa pelo Armando Teixeira, acerca da sua participação nos 125Km da Transgrancanaria.

É sempre muito interessante e gratificante, poder assistir e participar neste misto de apresentação, conversa informal, debate de ideias, entre os craques e os corredores do pelotão.

Durante esta troca de ideias muito interessante, o Armando partilhou com a audiência um vídeo, no segmento onde ele aparece neste vídeo ao minuto 2:40, em que daria para correr com alguma tranquilidade depois de uns troços de pedra que massacraram pés e membros inferiores.

Muito ao tipo Candid Camera, não é que apareceu uma raiz escondida no meio do percurso e lá vai o Armando a voar num belo trambolhão em “directo”!!!

at_tgc2

Felizmente para ele, o trambolhão não teve consequências de maior para além de uns arranhões.

As ilações que se retiram desse vídeo são:

  • Os azares não acontecem apenas aos maçaricos, os prós também estão bem sujeitos a eles;
  • Seja no primeiro metro ou no último quilómetro da prova, não podemos baixar a guarda e temos de ir sempre concentrados no percurso que estamos a correr.

Continuação de bons treinos e de boas aventuras!!!

 

Transgrancanaria 2016

A Transgrancanaria é uma prova de ultra trail que cruza a ilha da Gran Canária em Espanha. A primeira edição foi em 2003, e a edição deste ano começou hoje às 00h00.

São cerca de 125km com 8000m de desnível positivo, e o contingente português na edição deste ano é dos maiores que há memória. Apesar de ter esta prova na minha wishlist está lá para o fundo da mesma, pelo que vamos ver se os astros um destes dias se conjugam para uma experiência de corrida nesta ilha.

an

Até lá, vou acompanhando a nossa armada lusa e desejo a maior das sortes a todos os amigos que iniciaram este desafio à meia-noite.

Um abraço especial aos salamandrecos Artur e ao Nuno e aos esquilos Rúben e Luís. Espero que todos cheguem ao fim com tranquilidade.

AF3-PERFIL-TRANSGC-1024x441

 

A prova está a ser muito competitiva e o Armando Teixeira continua a lutar por um lugar no TOP 20. Segue com uma diferença de +- 15 minutos para entrar para o TOP 10 pelo que com tantos quilómetros pela frente ainda é possível lá chegar.

Podem acompanhar a posição dos portugueses em prova no Follow Me ou no site da organização.

Continuação de bons treinos e de boas aventuras!!!

 

II Summer Trail Camp – Dia 1

O primeiro dia do II Summer Trail Camp decorreu conforme o previsto. Estava planeado fazer um treino de cerca de 25 quilómetros, pelo que aproveitámos para seguir o track do trail curto do Estrela Grande Trail organizado pelo Armando Teixeira, que seguia em grande parte a Rota do Carvão e cumpria os requisitos que pretendíamos.

Fomos cinco os que efectuámos este treino, que teve início em Manteigas e começou logo com a famosa subida às Penhas Douradas, onde subimos 750 metros em pouco mais de 6 quilómetros. Seguimos por um trilho muito bonito e verdejante até à Represa de Vale do Rossim que circundámos e, onde aproveitámos para reabastecer aos 11 quilómetros de treino. O dia estava quente, o sol brilhava lá no alto, e esta pausa técnica para reabastecer soube bem. Desfrutar, ainda que por poucos minutos, do espelho de água de Vale do Rossim é sempre de uma satisfação imensa. Seguimos em direcção à Nave Mestra por um trilho inóspito, com muito vegetação rasteira e seca, e algumas subidas e descidas pelos barrocos do maciço central da Serra da Estrela, o que deu alguma emoção ao percurso.

11868645_1204662422888619_496129485_n
Represa do Vale do Rossim

A Nave da Mestra encontra-se num local isolado da Serra da Estrela a cerca de 1650 metros de altitude. É apenas acessível pé e é dominado por um colossal bloco granítico. Reza a história, que apaixonado pelo local, um juiz de Manteigas mandou construir na base do grande bloco granítico, em 1910, uma pequena casa de férias. A sua construção foi concretizada pela mão-de-obra vinda de Manteigas em cima de mulas por um caminho que ainda hoje existe, ajudada por macacos hidráulicos utilizados para levantar as gigantes pedras, incluindo aquela que faz de telhado à casa. Esta obra é comprovada pela inscrição que ainda se pode ler na construção principal por cima da porta, “Dr. J.Matos – Barca Hirminius – 1910”.

Nave Mestra

Íamos com cerca de 16 quilómetros de treino e foi aqui que alterámos o rumo do nosso treino, agora novamente em direcção a Manteigas. Tal como até à Nave Mestra, seguimos por um trilho de vegetação rasteira, até chegarmos a uma descida técnica e bastante inclinada que deu muita adrenalina a fazer. Este era o primeiro dia do II Summer Trail Camp e não devíamos abusar, pelo que o ritmo da descida foi “moderado” a poupar para os dias seguintes, mas imagino o pessoal no EGT a fazer esta descida a “abrir”, deve ter sido brutal! Por aqui já conseguíamos desfrutar a paisagem do Vale Glaciar do Zêzere e de alguns pontos já avistávamos Manteigas. Terminada esta descida, corremos mais umas centenas de metros, e somos brindados com outra descida acentuada, bastante técnica pelo meio de barrocos, pinhas e caruma, que acabou por nos levar ao Vale Glaciar a caminho de Manteigas, onde terminámos o nosso treino.

Os 5 Magníficos

 

 

Em resumo foram 27,6 quilómetros neste primeiro dia, com pouco mais de 3000 metros de desnível acumulado, que foram percorridos em ritmo moderado em cerca de 4 horas. Para os curiosos o percurso efectuado neste primeiro dia está disponível clicando aqui.

Um obrigado especial ao Bruno, ao Rui, à Fátima e à Nia, por terem contribuído com energia para este empeno.

Continuação de bons treinos e de boas provas!!!

Toca a Todos, a nós tocou-nos 0,1%

Faz hoje duas semanas que participei na Ultra Maratona Solidária Toca a Todos. Se não sabem do que estou a falar, podem relembrar o âmbito desta acção solidária aqui e aqui.

Não sendo este desafio uma prova competitiva mas antes uma acção solidária, vou resumir-me ao que de bom teve esta acção solidária.

Let’s Party!!! Leiria, Lisboa é já ali…

 

Segundo o que tem sido divulgado pela RTP/Antena 3, os promotores oficiais desta acção, foram angariados cerca de 410000 Euros para ajudar a combater a pobreza infantil. Eu, o Nélson e a Sandra, com a nossa “venda” de quilómetros a favor desta causa, contribuímos com pouco mais de 0,1% desse valor. Na verdade foram os nossos amigos que contribuíram na maior parte, ao comprarem os quilómetros que iriamos correr de Leiria a Lisboa, e a eles o nosso muito obrigado. Nunca é demais agradecer e repetir o nome deles:

Vânia Silva • Liliana Silva • Sónia Tubal • Cláudia Pargana • Henrique Ruivo • Paulo Jorge • Céu Carvalho • Patrícia Gomes • Zé Lourenço • Sandra Simões • Paula Veiga • Paula Carvalho • Sofia Agostinho • Nélson Marques • João Valente • Patrícia Mar • Joaquina Reforço • João Gião • João Vargas • Krzysztof Waberski • Luís Antunes • José Rodrigues • Mustafa Kilic • Augusto Pereira • Francisca Reforço • Alexandre Perdigão • Susana Lourenço • Sónia Teixeira • Jorge Esteves • Pedro Simões • Fernando Simões • Marcos Ribeiro • Ana Varejão • Sofia Coelho • Daniela Rocha • Patrícia Marques • Lilian Kato • D. Rosa • Joana Sena • Clara Rianço • João Gaspar • Jorge Esteves • Pedro Carvalho • Maria Emília Janela • Mafalda Faria • Carlo Martins • Marlene Silva • José Caldeirinha • Patrícia Encarnação • Ana Isaías • Nuno Gião • Sandra Antunes • Flávia Dionísio • Mónica Lousada • Francisco Fernandes • Pedro Machado • Manuela Machado • Guilherme Nalha • Gustavo Nalha • Duarte Martinho • Francisco Fernandes • Patrícia Candeias • Lídia Marques • Isabel Tempero • Sara Ali.

Entrega do donativo de todos nós à caixa dos Ultra Maratonistas

 

Da aventura desportiva de Leiria a Lisboa, tenho sobretudo a realçar o companheirismo e a amizade com que decorreu toda esta aventura. Foi bom partilhar muitos quilómetros de corrida com verdadeiros campeões, e foi bom sentir o calor de tantos amigos à partida e a chegada.

Também houve direito a descansar 😉

 

Correndo o risco de me esquecer de alguém, quero agradecer a todos os que apareceram em Leiria na partida, no Terreiro do Paço à chegada, ou foram enviando mensagens de motivação ao longo da noite: o Bagorro, a Paulinha, a Isabel, a Vânia, a Lili, o Krzysztof, a Sara, a Marisa, o Luís, o Miguel, a Bernardete, o Marco, a Emília, a Catarina, o Victor, o João, a Carla, a Nur, a Andreia, a Cristina, a Susana, a Joaninha, e aqueles de que me esqueci agora de referir. Um abraço especial ao Zé Lourenço e à Elena que se juntaram a todos os atletas nos últimos quilómetros desta aventura.

Amigos 🙂

 

E mais amigos 🙂

 

O líder do grupo que partiu de Leiria foi o grande campeão João Colaço, e a ele quero também agradecer a partilha de experiência e a oportunidade de correremos juntos. Ao André Goucha que o acompanhou e deu apoio a muitos atletas, eu incluído, e ao Paulo Costa atleta que se esforçou por correr a maior distância entre todos, um especial obrigado.

A equipa sempre acompanhada de campeões 🙂

 

É claro que toda esta aventura só começou por ser possível, por um tipo ainda mais maluco que eu e de seu nome Nélson Marques, me ter desafiado a participar em tal gloriosa jornada. E como quando corre um maluco português, juntam-se logo mais dois ou três, não faltou também a Sandra Simões para compor o ramalhete de pessoal que não tinha mais nada para fazer numa sexta-feira à noite, senão ir a correr de Leiria a Lisboa… E tudo isto acabou sendo possível por se terem juntado ao grupo duas peças fundamentais, a Lilian e o Kiko, que fizeram um excelente serviço de carro de apoio, sem o qual não teria sido possível cumprir esta jornada de tantos quilómetros. A todos vocês um obrigado enorme, daqueles que não cabe em palavras.

Corre, que estás quase a chegar…

 

Por fim o obrigado mais especial de todos: para a minha Mãe, e já agora para todas as Mães.

Na paragem na Marinha Grande, terra do campeão João Colaço, lá estavam os seus pais a desejar-lhe boa sorte, mas também a lembrar-lhe que ele é de carne e osso, e com as preocupações que todas as mães e pais têm para com os seus filhos. É sempre giro constatar que as preocupações dos progenitores são comuns para com os seus rebentos, sejam eles campeões ou atletas de pelotão.

Um beijinho especial 🙂

 

Foi reconfortante lembrar-me que dali a pouco mais de 130 quilómetros, teria também a minha Mãe à espera. Um grande beijinho para ti.

Sigam a Ultra Maratona Solidária

Faltam pouco menos de 24 horas para ter inicio a minha participação na Ultra Maratona Solidária Toca a Todos.

Vão ser cerca de 150 Km, de Leiria até ao Terreiro do Paço em Lisboa, a acompanhar os melhores dos melhores da Ultra Maratona. Espero ter pernas para completar tal desafio sem problemas.

Já apresentei e expliquei a iniciativa Toca a Todos noutro artigo, pelo que se ainda não conhecem ou não ouviram falar, façam favor de revisitar o que escrevi clicando aqui.

Paralelamente à iniciativa oficial, eu, o Nélson Marques e a Sandra Simões, decidimos “vender” simbolicamente a 1 Euro os quilómetros que vamos percorrer nesta iniciativa, eu e Nélson aproximadamente 150 Km cada um, e a Sandra cerca de 30 Km.

Os nossos amigos e familiares são uns porreiraços e, em poucas horas, ultrapassamos a barreira dos 330 Km que tínhamos ambicionado.

Até ao momento contribuíram para a causa Toca a Todos os nossos amigos:

Vânia Silva • Liliana Silva • Sónia Tubal • Cláudia Pargana  • Henrique Ruivo  • Paulo Jorge • Céu Carvalho  • Patrícia Gomes • Zé Lourenço • Sandra Simões • Paula Veiga • Paula Carvalho • Sofia Agostinho • Nélson Marques • João Valente • Patrícia Mar • Joaquina Reforço • João Gião • João Vargas • Krzysztof Waberski • Luís Antunes • José Rodrigues • Mustafa Kilic • Augusto Pereira • Francisca Reforço • Alexandre Perdigão • Susana Lourenço • Sónia Teixeira • Jorge Esteves • Pedro Simões • Fernando Simões • Marcos Ribeiro • Ana Varejão • Sofia Coelho  • Daniela Rocha • Pat Marques • Lilian Kato • João Gaspar • Jorge Esteves • Pedro Carvalho • Maria Emília Janela • Mafalda Faria • Carlo Martins • Marlene Silva • José Caldeirinha • Patrícia Encarnação • Ana Isaías • Nuno Gião • Sandra Antunes • Flávia Dionísio • Francisco Fernandes,

aos quais desde já endereço o nosso grande muito obrigado, e que nos permitiram angariar para esta causa e até ao momento, a quantia de 350 Euros.

A quantia que apurarmos até amanhã, será depositada na caixa para o efeito, no estúdio transparente, à nossa chegada ao Terreiro do Paço pelas 16h30 de Sábado.

Podem continuar a contribuir para ajudar a combater a pobreza infantil em Portugal por estes meios:

Para acompanharem a nossa aventura em tempo real podem fazê-lo em:

  • Site da RTP com mapa e localização em tempo real dos Grupos participantes, clicando aqui.
  • Página do Facebook onde tentarei ir actualizando os locais por onde andamos, clicando aqui.

Mais coisa menos coisa, o Grupo liderado pelo João Colaço e onde eu vou inserido terá este horário:

Localidade Dia Hora Km Parciais Km Totais Latitude Longitude
Leiria 05-Dez 22:00 0 0  39°44’40.52″N   8°48’28.99″W
Marinha Grande 06-Dez 01:30 12 12  39°44’49.19″N   8°56’1.91″W
Nazaré 06-Dez 03:15 18 30  39°36’59.89″N   9° 3’31.52″W
Caldas da Rainha 06-Dez 06:00 27 57  39°24’7.82″N   9° 8’9.97″W
Casais do Caniço 06-Dez 07:40 17 74  39°16’22.56″N   9° 2’54.08″W
Aveiras de Cima 06-Dez 09:45 21 95  39° 8’26.89″N   8°53’58.95″W
N3 06-Dez 10:00 3 98  39° 7’9.95″N   8°52’48.40″W
Aveiras de Baixo 06-Dez 10:06 1 99  39° 6’37.64″N   8°52’8.24″W
Azambuja 06-Dez 10:42 6 105  39° 4’15.78″N   8°51’49.46″W
Vila Franca de Xira 06-Dez 12:30 17 122  38°57’31.54″N   8°59’11.96″W
Expo-Pala Pav. Portugal 06-Dez 15:30 25 147  38°45’47.45″N   9° 5’45.49″W
Praça do Comércio 06-Dez 16:30 7 154  38°42’27.06″N   9° 8’11.58″W

Na Marinha Grande, há a junção do nosso grupo com o Grupo que vem de Caminha liderado pelo Carlos Sá, e com o Grupo que vem do Porto liderado pelos “Cães da Avenida”.

Em Vila Franca de Xira estes três grupos reúnem-se com os Grupos que vem de Manteigas liderado pelo Armando Teixeira, e o que vem de Sagres liderado pelo Miguel Reis e Silva.

 

Todos juntos, encontraremos muitos outros atletas e grupos de corrida no Parque das Nações, para nos acompanharem até ao destino final no Terreiro do Paço.

O Miguel Reis e Silva e o Carlos Sá já estão a caminho de Lisboa. Boa viagem para os vossos grupos.

Daqui a pouco estaremos todos juntos.

Esperamos por todos vós no Terreiro do Paço, Sábado por volta das 16h30. Até lá 😉