Wish me luck

Pessoalmente 2016 está a ser um ano especial e hoje a sorte no sorteio para o Ultra Trail Mont Blanc veio comprovar esta tendência.

A verdadeira aventura começa hoje e durará até 26 de Agosto. Vai ser necessário treinar muito bem, forte e feio, e ter alguma sorte para não surgir alguma indesejada lesão.

Bandeau_CP_2016_FR-e1449677309919

Depois, às 18h00 de 26 de Agosto, terá início a jornada de 170 Km, repleta de muita emoção, superação, introspecção e felicidade, enquanto subo e desço os Alpes cruzando três países: França, Itália e Suíça.

Hoje é o primeiro dia desta grande aventura.

UTMB_presentedby_Columbia_Logo

Wish me luck. 😉

Ultra Trail Mont Blanc 2016

Estão lançados os dados.

O Ultra Trail Mont Blanc é também uma prova de ultra resistência no que à inscrição diz respeito, já que pode ser um plano de participação a três anos.

Com cerca de 10000 candidatos para poucos mais de 2000 lugares disponíveis, existe um sorteio para seleccionar os aventureiros de cada ano. Se no primeiro ano não tivermos sorte no dito sorteio, poderemos ter uma bonificação que nos dará o dobro das hipóteses no sorteio do ano seguinte. Se mesmo assim não tivermos sorte, então a entrada é directa no terceiro ano de inscrição.

Este ano é o meu segundo ano no sorteio. Estas coisas da sorte não querem nada comigo e obviamente fiquei de fora dos sorteados para a edição de 2015. O ano passado inscrevi-me no último dia do ano, para dar sorte, e está visto que não funcionou.

UTMB2

Agora tenho dois bilhetes para o sorteio da edição de 2016, mas mesmo assim continuo a minha pouca sorte em sorteios tem grandes hipóteses de prevalecer. Este ano inscrevi-me no primeiro dia de abertura das inscrições, a conselho do meu amigo Nelson, e para dar sorte. Daqui a umas semanas veremos se funciona!

Se não funcionar em 2017 lá irei directamente, e será caso para dizer: à terceira é de vez.

Votos de boa sorte no sorteio, para todos os amigos que inscreveram em qualquer uma das provas do UTMB.

Continuação de bons treinos e de boas provas!!!

__________

Se ainda não votaram no RunUltra Blogger Awards 2016 cliquem aqui e escolham o blog da vossa preferência, de preferência este Se for esse o caso, escolham o meu nome, sigam as instruções no final da página da votação e já está.

runultra2

Agradeço desde já a vossa participação. 😉

Desta já te safaste…

Quem participa regularmente em provas de ultras distâncias, será sempre na minha opinião, alguém que tem uma força de vontade, capacidade de sofrimento e resiliência acima do considerado “normal”. Apesar destas qualidades, a maior parte das vezes, serem positivas no desenvolvimento pessoal, muitas vezes se conjuntas com cansaço físico, muitas horas sem dormir, e alguma teimosia, podem reunir um cocktail perfeito para as coisas correrem menos bem.

Congratulo o meu amigo Paulo Martins por se ter safado desta, uma desidratação forte e feia que lhe valeu 10 dias no hospital, no seguimento da sua participação no Ultra Trail Mont Blanc. Dentro do menos bom as coisas acabaram por correr bem, mas podia não ter sido assim. Espero que recupere totalmente depressa para podermos fazer mais uns treinos pela Arrábida.

PM

Quem corre em montanha, seja ela qual for, mais alta ou mais baixa, menos perigosa ou mais perigosa, com mais assistência ou menos assistência, terá de ter ser sempre uma grande dose de auto critica e de auto avaliação, e perceber quando se deve parar por estar a colocar outras coisas mais valiosas em risco como a nossa saúde ou mesmo a nossa vida. Não há corrida que valha isso.

E já agora nunca esquecer que não somos imortais, como em tempos escrevi aqui.

Continuação de bons treinos e de boas provas!!!

A tradição ainda é o que era…

O meu desejo desportivo para 2015 era a participação no Ultra Trail Mont Blanc, considerado unanimemente o maior evento do mundo do Trail, mas não é fácil lá chegar. Além de ser necessário completar uma série de provas que dão acesso à possibilidade de inscrição nesta prova, o volume de pré-inscrições é tão elevado que ainda é necessária uma boa dose de sorte para ser sorteado entre todos os atletas pré-inscritos. No que a mim me diz respeito, as provas de qualificação foram ultrapassadas tranquilamente, mas como a tradição ainda é o que era e no que à sorte diz respeito, a minha dose desta é sempre muito reduzida ou inexistente. Hoje saíram os resultados do sorteio do UTMB e para variar não fui sorteado. Pelas regras do sorteio para o ano terei o dobro das hipóteses de ser sorteado, mas daqui até lá há muitos outros quilómetros para correr.

Muitos amigos e conhecidos foram sorteados para o UTMB e para as diversas provam que completam o evento do UTMB. No total serão, para já, 137 portugueses a partir de Chamonix no UTMB, CCC, OCC e TDS, distribuídos por:

– UTMB: 82 foram a sorteio, ficaram 59%, 48 atletas
– CCC: 42 foram a sorteio, ficaram 88%, 37 atletas.
– OCC: 32 foram a sorteio, ficaram 59%, 19 atletas.
– TDS: 33 Portugueses, sem sorteio.

A estes ainda faltam somar mais alguns que irão participar no PTL.

Em Agosto ficarei a acompanhar e a torcer por todos os amigos que vão andar pelo Monte Branco a correr e a desfrutarem destas bonitas paisagens.

Boa sorte para todos 😉

Os Imortais

Quantos de nós, que corremos em trilhos e montanha, que já ultrapassámos desafios inimagináveis para muitos e para nós próprios, que corremos distâncias absurdas de 50, 100, 200 e mais quilómetros, que subimos a picos gelados e corremos na areia quente do deserto, quantos de nós nunca ultrapassámos os limites da segurança por uma vez que fosse, ou nunca apanhámos um susto – maior ou mais pequeno, ou nunca reflectimos após uma qualquer acção mais tresloucada: desta vez até correu bem…

Vem esta pequena reflexão a propósito do João Marinho se encontrar desaparecido nos Picos da Europa, atleta que não conheço pessoalmente, mas que a julgar pelas palavras de amigos que o conhecem, só pode ser uma excelente pessoa e um excelente atleta.

Não sei se o João Marinho teve um qualquer percalço ou não, nem de que modo planeou e preparou a sua aventura.

A reflexão que pretendo fazer é que todos nós já arriscámos aqui e ali, seja num trilho urbano à porta de casa, na serra que corremos todas as semanas, ou no estrangeiro num local desconhecido. Já todos tivemos percalços, acidentes, azares e sorte, muitas vezes sem consequências, outras com pequenas mazelas, e por vezes com resultados menos felizes.

Estudem bem e preparem ainda melhor as vossas aventuras. Invistam na vossa própria segurança como fazem no restante equipamento; hoje é muito fácil poder ser localizado em tempo real em quase todo o mundo.

E quando tiverem que se aventurar aventurem, quando tiverem de arriscar arrisquem, mas nunca que se esqueçam que não somos imortais…

“Nothing is as important as passion. No matter what you want to do with your life, be passionate”, o pessoal espera-te de volta João.

Oh Meu Deus – 100 Milhas ou 160 Km

Teve inicio ontem, sexta-feira, às 18 horas, a terceira etapa da prova Oh Meu Deus, uma prova de Ultra Trail com a distância de 100 milhas, que é como quem diz 160 quilómetros. 

O Bruno Santos, um dos membros do Ai Cristo Cristo Vem Cá Abaixo Ver Isto, está a participar nesta prova e desejamos-lhe toda a força nas pernas do mundo, que empenho e força de vontade já ele tem com fartura.
Esta é a estreia do Bruno numa prova desta distância, 160 Km, com um desnível positivo de aproximadamente 7000 metros, e para ser finalizada no máximo de 46 horas.


Acompanhar a preparação de um amigo para uma prova destas à distância, dá-nos uma perspectiva talvez bem diferente do que lhe possa ir na alma.
Os seus treinos foram duros e dedicados, mas uma prova em plena Serra da Estrela, com todos os imponderáveis que esta Serra tem, de dia e de noite, leva certamente a que se sinta um aperto no estômago não imediatamente antes da partida, mas dois ou três dias antes da mesma.

Podem acompanhar a prova do Bruno (e dos outros atletas) clicando aqui: Oh Meu Deus #3 – Siga em Directo.

Para já desejamos-lhe toda a sorte do mundo e que acabe a prova sem grandes mazelas físicas.

Força Bruno!

Oh Meu Deus #3 – 160 Km